Como cuidar da Gerbera jamesonii

Como cuidar da Gerbera jamesonii em vaso? Gerbera jamesonii, margarida-da-áfrica ou margarida-do-transvaal, é uma planta perene nativa da África do Sul que possui flores com cores diferentes. São fáceis de cuidar dentro de casa ou no jardim. Neste post explicaremos sobre o tipo de solo, quantidade de água e luz para cultivo de margarida-da-áfrica dentro de casa.

Como cuidar da Gerbera jamesonii

A gérbera pode ser propagada por semente ou por divisão de planta, ou cortando pela raiz. Seu solo ideal é a mistura clássica de turfa e perlita.

A planta pode atingir 45 cm de altura e 60 cm de largura, suas folhas têm formato de diamante e são delicadas, podendo ser danificadas facilmente. As flores aparecem uma em cada caule e podem ter entre 7 a 10 cm, elas aparecem qualquer época do ano e duram até seis semanas.

Quando estiver florida pode usar fertilizante líquido a cada duas semanas, para deixar a planta mais forte.

Como cuidar da Gerbera jamesonii, margarida-da-africa
Como cuidar da Gerbera jamesonii, margarida-da-africa

Ela adora a luz direta do sol, portanto deixe na janela da casa onde bate sol. Sua temperatura ideal é entre 13 a 24°C.

A rega deve ser moderada, não pode ficar encharcada senão a raiz apodrece. O vaso tem que ser bem drenado, para ficar úmido sem encharcar. Regue sempre que sentir uns 2 a 3 cm de solo seco. Remova a água que ficar no prato, não deixe o prato cheio senão irá prejuricar a planta.

Se a folha ficar com manchas marrons com bordas claras, pode ser falta de circulação de ar. Coloque a planta em local que tenha maior circulação do ar. Remova as folhas afetadas. Se necessário use fungicida próprio.

É tóxica para cães e gatos?

Não, de acordo com a Sociedade para Prevenção da Crueldade contra Animais, a margarida-da-áfrica não possui princípios tóxicos para cachorros e gatos.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.