Como cuidar de camarão amarelo, Pachystachys Lutea

Como cuidar de camarão amarelo? A Pachystachys Lutea, popularmente conhecida como flor camarão amarela, é um arbusto perene nativo da América do Sul. Seu cultivo é bem simples apesar de precisar de poda regular. Produz pequenas flores brancas que saem da bráctea em forma de cone, na cor amarela ou dourada. Por causa desta bráctea é conhecida como “camarão”. Neste post explicaremos o tipo de solo adequado, quantidade de luz e água para cultivo da Pachystachys Lutea.

Ela não deve ser confundida com a Justicia brandegeeana, a flor-camarão nativa do México, que é um arbusto perene da mesma família mas tem flores menores e frequentemente nas cores rosa ou vermelha.

Como cuidar de camarão amarelo

A camarão amarelo pode atingir de 30 a 60 cm quando cultivada em vaso dentro de casa. A bráctea amarela pode chegar a 12 cm de comprimento.

É uma planta que prefere temperaturas amenas, entre 16°C e 26°C, não menor de 12°C. Ela gosta de ficar em local bem iluminado da casa, sol pleno mas não direto. Suporta ficar em um pouco de sombra.

Sua propagação é feita por estaquia, cortando estacas do caule, uns 10 cm do caule e deixando no hormônio enraizador para depois ser plantado no vaso na terra. Gosta de solos férteis arenosos ou argilosos que sejam bem drenados. Coloque em vaso com furo no fundo para drenar bem a água!

A rega deve ser maior durante o verão pois tem que ficar úmida, nunca encharcada. No inverno reduza a rega, podendo deixar secar a terra entre uma rega e outra.

Como cuidar de camarão amarelo, Pachystachys Lutea
Como cuidar de camarão amarelo, Pachystachys Lutea

Quando as raízes começarem a sair pelos furos do fundo do vaso, é necessário que seja replantada para um vaso maior.

A poda deve ser feita regularmente durante a primavera para manter seu tamanho para dentro de casa, senão ela crescerá demais. Normalmente se corta acima da seção onde as folhas encontram o caule e removendo um terço do galho. Quando a flor começar a morrer, também pode ser removida para incentivar o crescimento.

É tóxica para cães e gatos?

De acordo com o site HEAR esta planta não é tóxica para humanos nem para animais.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.