Como cuidar de singônio, Syngonium podophyllum

Como cuidar de singônio dentro de casa? A Syngonium podophyllum, mais conhecida como singônio ou cabeça-de-flecha, é uma planta perene nativa da América Central, México e Equador. Ela pode ser cultivada tanto como forração quanto como trepadeira, e pode ser cultivada dentro de casa. A seguir explicaremos sobre o tipo de solo, quantidade de luz e água para cultivo da singônio. Também explicaremos se a planta é tóxica para cachorros e gatos.

Como cuidar de singônio

A singônio pode atingir até 1,8 m dentro de casa. Sua folhagem tem forma de coração quando estão se desenvolvendo, depois passam para um formato de flecha, daí o nome cabeça-de-flecha, e quando já estão desenvolvidas ficam parecidas com a palma da mão.

Como ela é uma trepadeira, você precisará podá-la para não crescer com formato indefinido, senão ficará espalhada para todos os lados. Uma dica é cultivá-la em uma treliça, ou pedaço de madeira ou em um arame, para dar suporte à planta e ela crescer naturalmente. Ao atingir a altura que você quer, aperte na ponta de cada haste com o dedo mesmo.

Coloque em vaso com substrato básico para plantas, que contenha turfa. Evite usar esterco pois pode dar cheiro ruim dentro da casa.

A singônio é uma planta de clima tropical e tropical úmido, prefere temperaturas entre 16 e 24°C. Não gosta de luz direta do sol, mas gosta de bastante luminosidade, portanto deixe a planta em janela que fique à meia sombra.

Como cuidar de singônio, Syngonium podophyllum
Como cuidar de singônio, Syngonium podophyllum

Sua propagação pode ser feita por estaquia, cortando uma ponta de um caule no tamanho de 10 cm, deixando apenas duas folhas. Mergulhe em fertilizante enraizador e depois plante em solo úmido. O enraizamento se dá dentro de quatro a seis semanas. É importante fazer o replantio a cada dois anos para trocar o substrato, não precisa modificar o vaso.

Quantidade de água para a singônio

A rega deve ser feita sempre que a parte superior do solo ficar seca. Verifique colocando o dedo na terra. Notando que está seco, uns 2,5 cm seco, regue a planta por completo.

É importante reduzir a rega durante o inverno, pois ela tem um pequeno período de descanso. Quem quiser poderá utilizar alimentar a planta com fertilizante uma vez a cada duas semanas durante a primavera e verão.

Ela gosta de umidade, evite deixá-la em cômodo que tenha aquecimento, pois ela irá sofrer. Se a cidade onde você mora for muito seco, poderá ser necessário borrifar água nas folhas.

Problemas que podem ocorrer ao cuidar de singônio

Não deixe na luz direta do sol pois suas folhas ficarão queimadas.

As folhas também podem ficar amareladas caso esteja regando demais ou esteja dando pouca água. Você precisará verificar, se estiver regando muito, reduza, se estiver regando pouco, aumente a quantidade de vezes na semana.

As folhas ficam ressecadas se o tempo estiver seco demais. Borrife as folhas para ajudar sua planta.

Se ela estiver demorando a crescer pode ser falta de fertilizante, ou que você não está deixando-a em local que pegue bastante luz solar (indireta) ou então está regando demais. No inverno o crescimento diminui, é normal.

É tóxica para cães e gatos?

Sim, a Syngonium podophyllum possui o princípio tóxico de cristais insolúveis de oxalato de cálcio que podem causar irritação oral, queimação intensa e irritação na boca, língua e lábios, baba em excesso, vômito e dificuldade para engolir. Portanto não deixe em local que seu companheiro possa comer.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.