Como cuidar de unha-de-gato

Como cuidar de unha-de-gato em vaso dentro de casa? A Ficus pumila, mais conhecida como unha-de-gato ou herinha, é uma planta perene do leste da Ásia conhecida principalmente por seu cultivo em jardim, mas pode ser cultivada dentro de casa sem problemas. Neste post falaremos um pouco sobre tipo de solo, quantidade de luz e rega para cultivar a unha-de-gato em vaso.

Aprenda a cuidar de unha-de-gato em vaso

Para cultivar dentro de casa o ideal é deixá-la pendurada em um local que ela possa se prender e escalar. Suas folhas em forma de coração crescem cerca de 2,5 cm em um caule que cresce como um fio. Ao deixar a planta pendurada, esses caules podem cair pendurados pelos lados dos vasos.

É uma planta que gosta de temperaturas entre 13 e 24°C, mas sobrevive em temperaturas mais altas ou mais baixas. Gosta de bastante luminosidade, mas nunca luz direta do sol. Tolera ambientes com pouca luz.

Coloque em vaso com substrato que seja bem drenado e arejado, de preferência solo fértil enriquecido com matéria orgânica.

Como cuidar de unha-de-gato, Ficus pumila
Veja como cuidar de unha-de-gato

A poda pode ser realizada na primavera para manter a planta no tamanho que você deseja, principalmente por estar dentro de casa, você não vai querer que ela cresça por toda parede. Talvez seja necessário o replantio a cada dois anos para cortar raízes que estão fora da seção principal, mas se for replantar para vaso maior não precisa cortar a raiz.

Essa trepadeira pode ser propagada por estaquia.

Quantidade de água para a unha-de-gato

A rega deve ser feita de maneira que a água penetre fundo no vaso, permitindo que o solo permaneça ligeiramente úmido. Depois de regar completamente, remova o excesso de água que possa ter ficado no prato, pois isso faz as raízes apodrecerem. No inverno reduza bastante a rega senão poderá matar a planta!

Quem quiser pode usar fertilizante líquido diluído uma vez por mês na primavera e verão.

A Ficus pumila é tóxica para cães e gatos?

A planta não é registrada como tóxica, mas o contato com a seiva leitosa desta planta pode causar fitofotodermatite, uma inflamação cutânea potencialmente grave. Portanto não deixe seu cachorro ou gato comerem a planta, pois a reação poderá não ser agradáve. 

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.