Como cuidar da comigo-ninguém-pode

Como cuidar da comigo-ninguém-pode em casa? A Dieffenbachia Amoena, mais conhecida como comigo-ninguém-pode ou difembáquia no Brasil, é uma planta perene fácil de cuidar e nativa das américas tropicais e ilhas do Caribe. Neste post explicamos sobre o tipo de solo, quantidade de luz e água para cultivo da comigo-ninguém-pode em vaso. Também explicaremos sobre sua toxicidade para cachorros e gatos.

Passo a passo para cuidar da comigo-ninguém-pode

A comigo-ninguém-pode é famosa por suas folhas que são amarelas próximas às veias que modificam para verde conforme chega na borda da folha. Elas podem crescer cerca de 47 cm de comprimento e 25 cm de largura. É difícil de florescer, mas suas flores não são muito atraentes. Muitas pessoas preferem remover os botões das flores quando elas aparecem, para não desperdiçar energia da planta. Tenha cuidado com a seiva tóxica da planta, use luvas.

É uma planta que gosta de temperaturas entre 18 e 23°C, em outras temperaturas pode demorar a crescer. Ela gosta de bastante luz indireta do sol, não deixe luz direta pois queima as folhas. Sobrevive na sombra, mas demora a crescer. Rotacione a planta regularmente, para garantir que todos os lados peguem luz suficiente.

Como é uma planta nativa da floresta tropical, precisa de bastante umidade nas raízes e gosta de solo bem drenado e arejado, para que fique úmido mas nunca encharcado. Evite substrato de areia ou para orquídeas!

Como cuidar da comigo-ninguém-pode Dieffenbachia Amoena
Passo a passo para cuidar da comigo-ninguém-pode em casa

O replantio pode ser necessário quando a raiz ficar muito densa, verifique uma vez por ano e passe para um vaso um pouco maior. Caso queira fazer propagação, ela pode ser feita por estaquia ou quebrando caules jovens que crescem na lateral da planta. Plante em areia úmida para que as raízes apareçam, depois passe para o vaso com substrato.

Quantidade de água para rega da comigo-ninguém-pode

É importante manter a parte superior da planta sempre úmida, sinto com o dedo, notando que secou regue. Ela aguenta longos períodos de falta de água, mas cuidado pois suas folhas murcham! No inverno reduza a quantidade de água.

Quem quiser pode usar fertilizante padrão uma vez por mês para encorajar o crescimento da planta. Mas não coloque muito pois excesso de fertilizante faz as folhas caírem.

É tóxica para cães e gatos?

Sim, essa planta contém os princípios tóxicos oxalatos insolúveis de cálcio e enzimas proteolíticas que podem causar irritação oral, queimação e irritação intensa na boca, língua e lábios, baba excessiva, vômito e dificuldade para engolir em animais. Portanto não deixe em local em que ele possa pegar.

É tóxica inclusive para crianças, podendo entorpecer a garganta e cordas vocais, deixando a vítima muda por até 14 dias. Se entrou em contato com a pele, lave com bastante água e sabão.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.