Como cuidar de Bambu da Sorte em vaso

Como cuidar de bambu da sorte em vaso? A Dracaena sanderiana, mais conhecida no Brasil como bambu da sorte, é uma planta perene nativa da África. Apesar de ter nome de bambu, ela não é uma espécie real de bambu. É fácil de cultivar e consegue sobreviver tanto no solo quanto na água. Neste post falaremos um pouco sobre o tipo de solo, quantidade de luz e água para cultivo do bambu da sorte. Ela é tóxica para cães e gatos?

Para quem não sabe, uma planta perene é aquela que tem ciclo de vida longo, vive por mais de dois anos e suas folhas não caem.

Dicas para cuidar de Bambu da Sorte

O bambu da sorte na natureza pode atingir 1,5 m mas dentro de casa atinge quase 1 m de altura. Ela sobrevive mais tempo sendo cultivada no vaso com substrato, mas muitas pessoas gostam de cultivá-las em vasos de vidro com água, pois deixam o ambiente muito bonito (mas atenção, a água precisa ser trocada a cada sete dias ou, estorando a cada 14 dias). Ela floresce apenas quando cultivada ao ar livre.

A planta prefere temperaturas entre 18 e 32°C, mas não suporta temperaturas abaixo de 12°C. Gostam de ficar em local da casa que seja luminoso mas sem luz direta do sol, a luz do sol queima as folhas. Não deixe em local muito escuro senão não irá crescer. Na natureza crescem em locais sombreados embaixo da cobertura das árvores.

Precisa ficar em vaso bem drenável, com solo fértil rico em matéria orgânica. Lembrando que o substrato também precisa sem bem drenável.

A propagação do bambu da sorte é feita por corte do maior broto disponível em um talo, remova as folhas inferiores. Corte cerca de dois centímetro do caule. Deixe-o na água por três semanas para aparecem as raízes e plante.

Como cuidar de Bambu da Sorte
Dicas para cuidar de Bambu da Sorte

A poda também poderá ser necessária para aparar brotos pequenos do talo, quando você achar que ele se espalhou demais. Remova brotos que sejam finos e longos, eles são os que possuem folhas em cima. Corte uns 2,5 a 5 cm do talo. Isso ajuda a planta a crescer. Novos brotos não voltam a brotar no local cortado, por isso algumas pessoas cortam o próprio talo na altura desejada para não cortar no broto (mas cuidado pois isso pode causar infecção e a planta morrer). Além disso a planta não irá crescer mais além do local cortado.

Além disso o replantio deve ser feito de dois em dois anos ou quando as raízes ficam muito apertadas para o vaso que ele está plantado. Se for na água poderá ser necessário colocar em um pote de vidro maior ou lavar o pote que ela está, pois pode dar bactérias.

Quantidade de água na rega do bambu da sorte

Se você cultiva o bambu da sorte no vaso com terra, como é o seu natural, você deve regar apenas quando sentir o solo seco ao toque. Coloque a extremidade superior do dedo indicador e sinta se a terra secou, se secou regue.

Caso cultive na água, não esqueça de trocar a água a cada semana, usando água filtrada.

Problemas que podem ocorrer ao cuidar de Bambu da Sorte

Se os caules estiverem moles ou amarelados, podem ser várias coisas diferentes, mas na maioria das vezes está relacionado com a quantidade de água. Verifique de acordo com o seu, se acha que está regando demais, reduz e vice-versa. Você precisa remover esses caules do talo pois elles estão morrendo, senão ele pode apodrecer o talo todo.

Se as bordas das folhas estiverem amarelas ou marrom, pode ser que a água tenha muitos compostos químicos como cloro ou flúor ou culpa da luz do sol batendo nela ou do uso de muito fertilizante. Verifique de acordo com o seu, se for a água, passe a usar água destilada, se for o sol, troque a posição que ele fica na casa para evitar a luz direta do sol.

É tóxica para cães e gatos?

Não se sabe ao certo para o bambu da sorte, mas sabe-se que outras plantas do mesmo gênero Dracaena, contêm o princípio tóxico saponinas, que podem causar vômito (pode ser com sangue), diarréia, depressão, anorexia, hipersalivação e pupilas dilatadas (em gatos). Portanto não deixe em local que seu companheiro possa comer, pois não será nada agradável.

Caso ele coma, é importante entrar em contato imediatamente com veterinário.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.