Como cuidar de Dracena-de-madagascar

Como cuidar de dracena-de-madagascar em vaso? A Dracaena marginata, mais conhecida no Brasil como dracena-de-madagascar e em inglês como Dragon Tree (árvore do dragão), é uma planta perene arbustiva nativa de Madagascar. Fácil de cuidar, pois pode ser negligenciada, é uma das plantas estudadas pela NASA que melhoram a qualidade do ar, filtrando substâncias nocivas. A seguir explicamos sobre o tipo de solo, quantidade de luz e água para cultivo da dracena-de-madagascar.

Dicas para cuidar de Dracena-de-madagascar

A dracena-de-madagascar é muito cultivada pela beleza das suas folhas finas, que possuem coloração verde escura com bordas vermelhas. Também existem outros dois tipos com cores misturadas. As folhas aparecem quando o tronco produz caules que saem para os lados. Esses caules também produzem troncos que podem produzir novos caules, por isso é importante a poda, para não deixar que cresça descontroladamente para todos os lados.

Demora bastante a crescer, pode levar 10 anos para atingir 1,5 metros de altura, mas já chamam atenção com apenas 1 metro de altura, ficando parecida com as palmeiras. Pode atingir até 3 metros de altura.

É uma planta que prefere temperaturas entre 18 e 24°C, sendo que não gostam de temperatura abaixo de 10°C. É bem tolerante com pouca luz, você pode deixá-la no sol pleno ou meia sombra, nunca permitindo que a luz do sol bata nas folhas, pois queimam.

Como cuidar de Dracena-de-madagascar
Dicas para cuidar de Dracena-de-madagascar

Coloque em vaso bem drenado com solo fértil rico em matéria orgânica, tipos comuns de substratos servem para elas.

Pode ser propagada por estaquia, retirando caules de 5 a 8 cm de tamanho e colocando no enraizador. Demora algumas semanas para raiz aparecer.

A poda deve ser feita no começo da primavera, para remover folhas antigas que estão quase caindo (é só puxá-las para baixo no caule que elas saem) e cortar os caules para manter o tamanho que deseja. É natural as folhas caírem, elas fazem isso para um novo crescimento.

Uma dica para manter a planta na altura que deseja, é cortar a parte superior do tronco principal. Isso vai permitir que as folhas cresçam para os lados, mas o tronco não cresce mais. Caso queira manter os troncos crescendo próximos um do outro, use um barbante para prender um ao outro, isso vai treinar a planta a ficar no formato desejado. Além da poda, pode ser necessário o replantio a cada dois anos, quando a raiz fica muito confinada no vaso.

Quantidade de água na rega da dracena-de-madagascar

Mantenha o solo ligeiramente úmido, permitindo que seque um pouco entre as regas. Sinta com o dedo, se a parte superior do solo estiver seco, pode regar. No inverno reduza a rega.

Gostam de ar fresco no verão deixando-a perto de janela aberta, em casos de muito calor pode ser necessário borrifar as folhas com água. Não gostam de ambiente com aquecimento.

Quais problemas podem ocorrer ao cuidar de dracena-de-madagascar?

Se as pontas das folhas começarem a ficar marrom pode ser culpa do ar seco, corrente de ar fria ou pouca água. Verifique de acordo com a sua, e forneça os cuidados adequados, borrifando folhas ou movendo ela de lugar ou regando mais vezes.

Se as folhas estiverem com manchas marrons, pode ser falta de água. Regue mais vezes, não esqueça, o ideal é o solo ficar ligeiramente úmido.

Se as folhas estiverem macias e marrom pode ser culpa do frio e o solo estar encharcado demais. Tente colocar em local com temperatura mais alta e verifique o solo, precisa ser bem drenado, senão ela morre.

Se as folhas de baixo estiverem amareladas é normal, ela perde as folhas para fazer um novo crescimento, como mencionamos na poda.

É tóxica para cães e gatos?

Sim, as Dracaena possuem o princípio tóxico saponinas que podem causar vômitos, depressão, anorexia, hipersalivação em cães e gatos e pupilas dilatas em gatos. Além disso existem duas espécies da Dracaena marginata que não se conhece o princípio tóxico mas também podem causar outros problemas de saúde no seu companheiro. Portanto não deixe em local que eles possam pegar, caso ele coma, entre em contato com o veterinário.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.