Como cuidar da renda portuguesa em vaso

Como cuidar da renda portuguesa em vaso? A Davallia Fejeensis, mais conhecida como renda portuguesa ou samambaia-pé-de-coelho, é uma planta perene nativa da Austrália, Ilhas Fihi e Oceania. O nome samambaia-pé-de-coelho é devido aos rizomas peludos que rastejam sobre o topo do vaso da planta. Neste post falaremos um pouco sobre tipo de solo, quantidade de luz e água para cultivo da renda portuguesa. Será que é tóxica para cães e gatos?

Dicas para cuidar da renda portuguesa em vaso

A renda portuguesa é uma planta epífia, ou seja, ela cresce em árvores e dentro de fendas de rochas, pegando umidade e nutrientes do ar, chuva, árvore e outros detritos. É possível cultivá-la dentro de casa imitando o habitat natural, sendo o mais importante a umidade e luz solar.

Ela cresce de 30 a 60 cm e sua beleza está nas belas folhas delicadas que parecem tecido de renda, daí seu nome. Suas pequenas folhas delicadas ficam presas a um caule que cresce a partir dos rizomas visíveis. Estes rizomas são peludos e marrom amarelados, que rastejam sobre o vaso, dando um visual muito bonito, parecido com uma aranha. Por isso nunca deve-se enterrar os rizomas, senão eles apodrecem!

Normalmente se coloca dentro de vaso raso suspenso, para que o rizoma saia rastejando e fique pendurado pelo vaso. Utilize solo com boa drenagem que seja rico em matéria orgânica. A mistura do substrato com areia pode ser útil para aumentar a drenagem e criar o meio ideal para essa samambaia.

Como cuidar da renda portuguesa Davallia Fejeensis
Dicas para cuidar da renda portuguesa, Davallia Fejeensis

A Davallia Fejeensis prefere temperaturas entre 15 a 24°C, não suportam temperaturas muito baixas. Gosta de muita luz indireta do sol, nunca deixe luz direta pois queima as folhas. Elas são espécies que ficam escondidas embaixo das copas das árvores ou entre pedras.

Ela costuma perder normalmente folhas mais antigas, que ficam amareladas e caem. Essas folhas amareladas podem ser removidas no inverno. Evite utilizar inseticida na planta, ela é sensível a produtos químicos.

O replantio pode ser necessário a cada dois anos para um vaso ligeiramente maior (se achar que os rizomas precisam de mais espaço), nunca enterre os rizomas no solo! A melhor época para o replantio é na primavera.

Sua propagação é feita por divisão de rizomas, tirando seções de 5 cm de um rizoma com, pelo menos, um caule com folhas. Fixe metade do rizoma na terra úmida usando um arame ou palito de dente.

Quantidade de água na rega da renda portuguesa

A rega na primavera e verão deve seer feita regularmente para manter o solo úmido, nunca encharcado!!! Suas raízes são pequenas, portanto ela vai pegar a maior parte da água e nutrientes da parte superior do solo e armazenar nos rizomas peludos. Borrifar água ns rizomas pode ser uma boa medida para evitar que eles sequem.

No inverno diminua a rega, dê água suficiente apenas para que o solo não seque por completo.

A umidade é uma das principais medidas para esta samambaia, se não tiver umidade suficiente ela não ficará com aspecto saudável. Se achar que apenas borrifando as folhas não está sendo suficiente, você pode criar umidade colocando pedrinhas dentro de um tabuleiro com um pouco de água e colocar o vaso em cima, sem que a água fique em contato com o vaso.

Fertilizante líquido também pode ser utilizado uma vez a cada duas ou quatro semanas, no período da primavera ao outono.

Problemas que podem ocorrer ao cuidar de renda portuguesa

Folhas amareladas com ponta marrom, pode ser culpa do ar muito seco ou temperatura alta demais. Aumente a umidade, se necessário borrife água nas folhas ao regar.

Folhas morrendo, caídas, pode ser excesso de rega ou temperatura muito fria, verifique de acordo com a sua.

Folhas pálidas e a planta não cresce pode ser necessário uso de fertilizante no solo. Mas tenha cuidado, pois folhas pálidas também podem ser culpa de muita luz solar ou pouca luz solar.

É tóxica para cães e gatos?

Não, não há relatos desta planta ser tóxica para cachorros e gatos. Mesmo assim evite que seu companheiro coma, para não correr o risco de ficar engasgado.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.