Como cuidar de costela-de-adão, Monstera deliciosa

Como cuidar de costela-de-adão em vaso? A Monstera deliciosa, mais conhecida como costela-de-adão ou monstera ou banana-do-mato ou abacaxi-do-reino, é uma planta perene nativa do sul do México. Possui folhas muito bonitas mas precisa de espaço dentro de casa. Neste post falaremos sobre tipo de solo, quantidade de luz, água e outros detalhes sobre cultivo da Monstera deliciosa. Também explicamos se é tóxica para cães e gatos.

Dicas para cuidar de costela-de-adão

Como explicado no início, a costela-de-adão se espalha bem e pode atingir 1,5 metros de altura e 50 cm de largura. Suas folhas possuem forma de coração, são verdes escuras e muito brilhantes. Acredita-se que os buracos e cortes no meio das folhas se formam para que a planta sobreviva no seu habitat natural da floresta tropical, que tem muito vento e chuvas fortes. As plantas que não possuem esses furos acabam sofrendo cortes e burados devido ao tempo. Ela floresce e possui fruto parecido com um cone de milho (comestível), mas não costuma florescer dentro de casa.

Possui raízes aéreas, ou seja, ela sobrevive pendurada em caules, portanto você vai precisar colocá-la apoiada em um pedaço de madeira se quiser que ela cresça bem, pois precisam se agarrar em alguma coisa. Nunca corte as raízes!

A costela-de-adão prefere temperaturas entre 18 e 27°C, abaixo disso ela irá crescer pouco e não suporta frio demais. Gosta de fica em local muito iluminado ou meia sombra, nunca luz direta do sol nas folhas pois irá queimá-las. Falta de luz também é ruim, pois prejudica seu crescimento.

Como cuidar de costela-de-adão, Monstera deliciosa
Dicas para cuidar de costela-de-adão, Monstera deliciosa

Deve ser colocada em vaso com furo no fundo em substrato rico em matéria orgânica. Uma dica é utilizar substrato de turfa com perlita ou areia.

Pode ser propagada por estaquia do caule, removendo uma ponte de caule madura que pode ser cortada no verão abaixo de uma raiz aérea no nó. Plante em terra úmida enfiando o corte um 5 cm dentro da terra. Dentro de 15 dias deve aparecer as raízes.

O replantio pode ser necessário a cada dois anos, para trocar o substrato. Depois de uns três anos pode ser necessária a poda para controlar o crescimento. Você pode cortar os caules nos nós, lembrando que esses cortes podem ser replantados.

Quantidade de água na rega da Monstera deliciosa

Regue regularmente para que o solo fique úmido mas nunca encharcado, deixe secar a parte superior do solo entre uma rega e outra. Para verificar enfie a ponta do dedo indicador no substrato.

Também é recomendado borrifar as folhas para aumentar a umidade, principalmente se onde você mora for muito seco.

Se achar que não está crescendo muito, utilize fertilizante diluído tipo NPK10-10-10 uma vez no mês na primavera e no verão.

Problemas que podem ocorrer ao cuidar de costela-de-adão

Se as folhas estiverem amarelas e murchando, pode ser excesso de água ou ela está precisando de fertilizante. Verifique de acordo com a sua e modifique o que estiver fazendo.

Se as folhas estiverem com as bordas marrom pode ser pouca umidade e ar seco. Borrife as folhas para ver se volta ao normal. As bordas marrom também podem ser culpa da planta estar muito confinada no vaso, pode ser necessário replantio.

Se as folhas não estiverem com os buracos e cortes característicos pode ser falta de luz, água ou fertilizante. Verifique de acordo com a sua.

Costela-de-adão é tóxica para cães e gatos?

Sim, a Monstera deliciosa possui o princípio tóxico cristais de oxalato de cálcio que podem causar irritação oral, queimação intensa e irritação na boca, língua e lábios, baba em excesso, vômito e dificuldade para engolir. Portanto não deixe seu companheiro próximo da planta.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.