Como cuidar de Zamioculcas zamiifolia dentro de casa

Como cuidar de Zamioculcas zamiifolia? A zamioculcas é uma planta nativa da África fácil de cuidar em vaso dentro de casa. Suas pequenas folhas brilhantes são o atrativo, que deixa o ambinte muito bonito. Neste post falaremo sobre o tipo de solo, quantidade de luz e água para cultivo da zamioculcas, e ainda se ela é tóxica para cães e gatos.

Dicas para cuidar de Zamioculcas zamiifolia

A zamioculcas é uma planta rizomatosa, seus caules crescem horizontalmente dentro da terra, de onde saem brotos e dão origem a novas plantas. É parecida com plantas arbóreas e palmeiras, com caules lenhosos e folhas crescendo a partir destes caules. Suas folhas brilhantes são carnudas com 5 cm de comprimento e 2,5 cm de largura. Alguns caules crescem eretos enquanto outros arqueiam. Você poderá podá-los caso queira que a planta fique com aspecto cheio e crescendo na vertical. Floresce apenas quando cultivada no jardim.

A Zamioculcas zamiifolia prefere temperaturas entre 15 e 24°C, e não abaixo de 8°C. Gosta de local bem iluminado mas não é essencial, consegue crescer bem com pouca luz. Não deixe na luz direta do sol.

Suporta a maioria dos substratos bem drenados, principalmente que contenha uma boa quantidade de areia. Se necessário adicione areia ou perlita no substrato. Coloque em vaso com furo no fundo.

Nos primeiros anos de vida, enquanto estiver crescendo, poderá ser necessário o replantio uma vez por ano (no início da primavera). Também utilize fertilizante líquido diluído uma vez por mês para encorajar o crescimento.

Como cuidar de Zamioculcas zamiifolia
Dicas para cuidar de Zamioculcas zamiifolia

A zamioculcas pode ser propagada por divisão de rizoma ou cortes das folhas. As estacas de folhas devem ser colocadas em vaso coberto com saco plástico para esperar a raiz crescer (pode demorar um ano).

A poda pode ser feita removendo folhas amarelas perto da base de um caule. Se um caule estiver crescendo muito além dos outros, você pode podá-lo na medida correta removendo a ponta. Mas esse corte poderá ficar estranho, muitas vezes as pessoas preferem remover o caule completo.

Quantidade de água

A rega deve ser feita permitindo que a parte superior do solo seque entre uma rega e outra. Verifique colocando o dedo na terra, a parte superior do dedo indicador. Ela suporta melhor a falta de rega do que a rega em excesso, podendo ficar meses sem água. Muita água poderá causar apodrecimento do caule e do rizoma.

Caso fique um tempo sem água, poderá perder as folhas, mas o rizoma não costuma morrer fácil, volte a regar normalmente que ele deverá brotar novamente.

Não precisa de muita umidade, normalmente a umidade normal da casa é suficiente. Caso tenha aquecimento, poderá ser necessário aumentar a umidade.

Problemas que podem ocorrer ao cuidar de zamioculcas

Pontas das folhas ficando marrom pode ser o ar seco e pouca umidade. Borrife as folhas para aumentar a umidade.

As folhas ficando marrom pode ser rega em excesso, principalmente se as folhas novas parecerem úmidas e não secas.

Poucas folhas da parte inferior estiverem ficando amarelas e caindo, é normal. Se forem muitas tenha atenção, pode ser rega em excesso.

É toxica para cães e gatos?

Sim, a Zamioculcas zamiifolia contém princípios tóxicos cristais oxalato de cálcio que podem causar dor oral, diminuição de apetite, baba em excesso, diarréia e vômito. Portanto não deixe em local que seu companheiro possa comer.

1 comentário em “Como cuidar de Zamioculcas zamiifolia dentro de casa”

  1. Eu ganhei um galho coloquei no jarro de plástico passei um pouco de canela no talho e plantei botei pouca água

    Responder

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.