Como cuidar de açafrão-da-conchinchina

Como cuidar de açafrão-da-conchinchina? A Curcuma alismatifolia, mais conhecida como açafrão-da-conchinchina ou tulipa do sião, é uma planta perene nativa da Tailândia e Cambodja. Pode ser cultivada no jardim ou em vaso dentro de casa. Neste post trazemos algumas dicas sobre tipo de solo, quantidade de luz e água no cultivo da tulipa do sião.

Dicas para cuidar de açafrão-da-conchinchina

Apesar da açafrão-da-conchinchina também ser conhecida como tulipa do sião, devido à sua flor, caule e folhas, ela não está relacionada com as tulipas mas sim com o gengibre, cúrcuma e cardamomo. Pois faz parte da família Zingiberaceae.

Pode atingir de 40 a 60 cm de altura e de 30 a 38 cm de largura. Possui folhas verdes largas e lisas, com nervura central meio roxa. Sua inflorescência é tipo bráctea verde e rósea, que fica em volta das flores verdadeiras minúsculas, em cor de alfazema. As flores verdadeiras só podem ser vistas se se enrolarem nas bordas das brácteas. Cada inflorescência aparece no topo de uma haste rígida acima da folhagem.

Prefere temperaturas entre 18 e 24°C. Gosta de ficar em meia sombra, sem muita luz direta do sol mas em local bastante iluminado. A luz direta do sol pode queimar suas folhas. Se na sua casa não tem muito sol, poderá ser necessário utilizar lâmpada para plantio.

Gosta de solo rico em matéria orgânica que seja bem drenado, pode utilizar mix de plantio com turfa e perlita (que aumenta a drenagem). Ao cultivar em vaso dê preferência para vasos com furos no fundo, e aumente a drenagem com pedrinhas no fundo da terra.

Como cuidar de açafrão-da-conchinchina, Curcuma alismatifolia
Dicas para cuidar de açafrão-da-conchinchina, Curcuma alismatifolia

Pode ser propagada por divisão de rizomas, tirando seções de 5 cm. A separação deve ser feita somente após a floração. Se está cultivando dentro de casa, faça a divisão a cada dois anos, pelo menos, para obter mais plantas.

Ela tem um período dormente durante o inverno, quando perde muito de suas folhas. Mas elas voltam a crescer na primavera. Pode as folhas mortas ou danificadas. O replantio pode ser feito para um vaso um número acima, quando a planta parecer grande demais para o atual.

Quantidade de água na rega da açafrão-da-conchinchina

A açafrão-da-conchinchina prefere o solo umedecido mas nunca encharcado. O excesso de água pode apodrecer as raízes. Regue quando notar que o solo secou, você pode analisar colocando o dedo dentro da terra.

O uso de fertilizante líquido diluído poderá ser necessário na época do crescimento. Nunca coloque fertilizante no inverno, pois ela entra no período dormente.

Problemas que podem ocorrer ao cuidar de açafrão-da-conchinchina

Se notar que as folhas estão murchando e a planta está estranha, pode ser apodrecimento das raízes. Retire a planta do vaso, raízes que estiverem marrom e gosmenta ou molenga, estão podres, remova-as. As saudáveis são as amarelas e rígidas. Remova qualquer planta individual que esteja com fundo podre. Depois replante.

Se algumas folhas estiverem onduladas com bordas marrom, pode ser falta de água ou excesso de luz. Verifique de acordo com a sua.

É tóxica para cachorros e gatos?

De acordo com alguns sites, a açafrão-da-conchinchina é tóxica para cachorros e gatos. Ela pode causar vômito, náusea, falta de apetite, e irritação na pele ou reação alérgica. Portanto não deixe seu companheiro comer.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.