Como cuidar de icterícia

Como cuidar de icterícia? A icterícia é o acúmulo excessivo do pigmento chamado de bilirrubina, formado pela desintegração dos glóbulos vermelhos mortos. Normalmente estes pigmentos são liberados junto com a bile pelo intestino, mas se a pessoa estiver sofrendo de doenças no fígado ou alguma obstrução à bile, a bilirrubina se acumula no sangue causando a icterícia. A pele, olhos e mucosas do corpo ficam amareladas.

Explicaremos agora como tratar tanto da icterícia no bebê quanto da icterícia em adultos, quais tratamentos caseiros disponíveis e dieta.

Como cuidar de icterícia

Causas no bebê

Nos recém-nascidos este problema é muito comum pois na maioria dos casos o fígado do bebê tem dificuldades em transformar e eliminar a bilirrubina por estar pouco desenvolvido.

Em outros casos pode ser devido a doenças sanguíneas, do leite materno, doenças hereditárias no fígado, doenças congênitas, deformidades nas vias biliares ou infecções.

Por isso é importante falar com o pediatra que ele irá diagnosticar corretamente o problema.

Causas no adulto

Algumas causas para a icterícia nos adultos e jovens são obstrução dos ductos biliares devido à pedra ou tumores na vesícular biliar ou pâncreas, doenças no fígado como hepatite viral ou alcóolica, anemia hemolítica onde ocorre excessiva destruição dos glóbulos vermelhos, câncer no pâncreas, febre amarela e leptospirose.

Nos jovens o mais comum é por hepatite já nos idosos é mais causada por pedras ou tumores.

Para mulheres grávidas pode ser perigoso pois coloca mãe e bebê em risco de aborto precoce ou até a morte.

Sintomas da icterícia

O mais comum é a pessoa ficar com a pele amarelada começando pela cabeça e se espalhando pelo corpo. Mas outros sintomas que podem ocorrer são:

  • dor abdominal forte
  • coceira
  • vômito excessivo com fadiga e perda de peso
  • urina escura
  • fezes claras ou pálidas

Diagnóstico da icterícia

São realizados testes de funçãao hepática e ultrassom para determinar a icterícia. Em alguns casos pode ser feito colangioressonância e tomografia computadorizada.

Também são realizados exames de sangue para descobrir os níveis de bilirrubina.

Tratamento da icterícia

O tratamento irá depender da causa e gravidade do problema, por isso é muito importante procurar o médico. Ele irá fazer o tratamento de acordo com a gravidade e das complicações envolvidas.

Em vários casos de adultos é necessário uso de medicamentos, transfusões de sangue e fluidos intravenosos.

Na maioria dos casos infantis o problema se resolve naturalmente em duas a três semanas. Em alguns casos o médico recomenda fototerapia, exposição à luzes especiais, para reduzir os níveis de bilirrubina.

Como tratar icterícia em casa?

Antes de tratar em casa você precisa diagnosticar a causa do problema com o médico! Nunca tente de autodiagnosticar nem se automedicar com remédios naturais e alimentos, pois você não estará tratando a causa do problema.

Algumas dicas que os médicos dão aos pacientes que sofrem de icterícia, devido à falta de apetite, à fadiga e à coceira no corpo todo:

  • Comer dieta de baixa gordura para não impactar no fígado
  • Tomar os medicamentos recomendados
  • Evite tomar suplementos, ervas ou medicamentos que possam causar efeitos colaterais
  • Beba líquidos e sucos e descanse (pelo menos 8 copos de fluidos por dia)
  • No caso da icterícia neonatal os recém-nascidos precisam tomar leite materno e pegar luz do sol várias vezes ao dia

Alimentos e bebidas recomendadas:

Como cuidar de icterícia
Como cuidar de icterícia
  • Água
  • Frutas frescas e vegetais (principalmente cranberries, mirtilo, uvas, limão, mamão, melão, abóbora, batata doce, inhame, abacate, azeitonas, tomates, cenoura, beterraba, nabo, brócolis, couve-flor, couve de bruxelas, gengibre, alho, espinafre e couve)
  • Café (moderado) e chás
  • Grãos integrais
  • Nozes e legumes
  • Proteína magra de peixes

Evite:

  • Bebida alcóolica
  • Carboidratos refinados
  • Alimentos enlatados e defumados
  • Gorduras saturadas e trans (aprenda a ler rótulo dos alimentos)
  • Peixes e mariscos cru ou mal cozido
  • Carne vermelha e porco

Valores normais da bilirrubina

A maneira mais comum de detectar o problema é fazendo exame de sangue para verificar os níveis de bilirrubina.

Os níveis normais de bilirrubina nos adultos varia de 0.2 mg/dL a 1.2 mg/dL. Qualquer valor acima disso é considerado alto e a pessoa provavelmente desenvolverá icterícia.

No caso dos recém-nascidos os níveis de bilirrubina devem ser abaixo de 5 mg/dL. Quando sobem acima deste valor ela terá o risco de desenvolver icterícia.

Risco de morte por icterícia?

Não há risco de morte por icterícia, mas o não tratamento correto nos recém-nascidos pode levar a kernicterus, uma complicação que provoca lesões no cérebro podendo levar a paralisia cerebral, surdez, problemas de visão ou dificuldade de desenvolvimento intelectual.

Resumindo como cuidar de icterícia

Icterícia não deve ser tratada apenas em casa sem acompanhamento médico. Procure seu médico se notar pele amarelada, não fique adiando pois pode ser uma indicação de algo mais grave.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.