Como cuidar de orquídea Paphiopedilum

Como cuidar de orquídea Paphiopedilum em vaso? As orquídeas Paphiopedilum, também conhecidas como orquídea-sapatinho ou sapatinho-de-dama, são plantas perenes nativas da Ásia com mais de 80 espécies diferentes, com cores e formatos diferentes. São muito populares por serem fáceis de cultivar. Neste post falaremos sobre tipo de solo, quantidade de luz e água para cultivo da orquídea-sapatinho dentro de casa.

Como cuidar de orquídea Paphiopedilum

Essas orquídeas podem atingir de 15 a 30 cm de altura e são, em sua maioria, terrestres. Crescem no chão, mas não produzem pseudobulbos. Suas folhas podem ser verdes brilhantes ou muito manchadas. Sua flores podem ter de 5 a 12 cm de diâmetro, e podem permanecer na planta por seis semanas ou mais. Alguns híbridos desta orquídea podem florescer duas vezes no ano.

É uma orquídea de clima equatorial, subtropical e tropical. Algumas espécies de clima quente preferem temperaturas entre 21 e 26,5°C de dia e entre 12 e 18°C a noite. Já outras de clima fresco preferem temperatura entre 18 e 21°C durante o dia e 12 e 16,5°C a noite.

Coloque em vaso com substrato próprio para a espécie que comprou. Normalmente uma mistura para orquídea é suficiente. Caso não tenha o substrato, faça mistura de casca de pinus, perlita ou areia e musgo esfagno. Sendo que a casca deve estar em maior quantidade que os outros dois.

Como cuidar de orquídea Paphiopedilum
Como cuidar de orquídea Paphiopedilum, orquídea-sapatinho

Prefere ficar em meia-sombra, não deixe na luz direta do sol senão pode queimar as folhas e ela morrer. A falta de luz também pode causar problemas como não florescer, portanto deixe em local que pegue bastante luz mas sem que os raios de sol batam nela.

Depois que a planta floresce você pode fazer propagação por divisão da planta. Remova a estrutura completa da muda, haste com folhas, rizomas e raízes, e plante em um novo vaso.

Precisa regar a orquídea Paphiopedilum todos os dias?

Não, você deve regar apenas quando notar que o substrato está quase secando ou secou. Dê preferência para regar na parte da manhã, pois você precisará borrifar as folhas, e assim dá tempo delas secarem durante o dia, não correndo risco de dar fungos. O intervalo de rega pode ser a cada 3 ou 7 dias, vai depender da temperatura de onde você mora.

Elas gostam de bastante umidade e odeiam o ar seco. Caso onde você mora seja muito seco uma dica é colocar dentro de uma bandeja com pedras e um pouco de água. Para a água evaporar e as gotículas caírem na planta.

Problemas que podem ocorrer

Se as pontas das folhas estão ficando marrom, pode ser culpa de baixa umidade ou rega incorreta. Tente borrifar as folhas com água de vez em quando para ver se voltam ao normal, se não, verifique se está regando demais ou de menos, fazendo teste de acordo.

Se a planta não florescer pode ser devido à temperatura incorreta ou então pouca luz. Você precisará verificar de acordo com onde você mora. Coloque-a em local mais iluminado para ver se vai florescer. Se não, pode ser culpa da temperatura.

É tóxica para cães e gatos?

Não, de acordo com a ASPCA, as orquídeas não possuem princípios tóxicos para cachorros e gatos. Mesmo assim não é recomendado deixar seu companheiro comer, pois ele pode se engasgar.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.