Como cuidar de cacto-orquídea

Como cuidar de cacto-orquídea em vaso? A Disocactus Ackermannii, antigamente conhecida como Epiphyllum ackermannii, é uma suculenta nativa do México. Apesar de ser um cacto, precisa ser regada regularmente, pois gosta de água. A seguir explicaremos sobre tipo de solo, quantidade de luz e água para cultivo da cacto-orquídea dentro de casa.

Dicas para cuidar de cacto-orquídea

A cacto-orquídea pode se espalhar por até 1,20 m de largura se não for podada, arqueando-se em direção ao solo (como uma samambaia). Seus caules começam como bases redondas que crescem até 18 cm, e depois aparecem segmentos achatados com bordas arrendondas e espinhos. Ela floresce na primavera e quando as flores abrem, ficam abertas dia e noite. Quando estiver florescendo não gosta de ser perturbada, somente para regar. Suas flores podem atingir até 16 cm de comprimento e possuem tom vermelho vivo com estame amarelo no centro.

Prefere temperaturas entre 16 e 24°C, não suporta frio abaixo de 10°C. Gosta de ficar em luz indireta do sol ou filtrada. Não deixe na luz direta do sol no horário de calor! Se ela estiver saudável vai ter uma cor verde escura com margens vermelhas.

Coloque em vaso com terra rica em matéria orgânica e substrato contendo pedra-pomes, cascas de árvore ou perlita. A pedra-pome deixa o solo bem drenado e aerado.

Dicas para cuidar de cacto-orquídea
Dicas para cuidar de cacto-orquídea

O replantio pode ser necessário a cada dois anos colocando um vaso de um número maior. Mas não remova a terra ao redor das raízes durante o transplante, em vez disso sacuda as raízes com cuidado e depois preencha as lacunas nas raízes com terra nova.

A poda é necessária para manter o controle, senão fica muito feia. Para podar é só remover os segmentos de cactos no ponto de origem do segmento.

Pode ser propagada por semente mas demora bastante para amadurecer. A maneira mais simples é propagar pela quebra dos segmentos que contenham pelo menos dois segmentos de folhas. Deixe os segmentos descansarem por uma semana para secar e depois plante.

Atenção! Ela precisa de repouso no inverno para florescer no ano seguinte. Portanto no inverno coloque a planta em um quarto escuro e não muito quente. O quarto precisa ter luz normal durante o dia. Depois do inverno, mova a planta para um quarto com mais luz.

Quantidade de água na rega da cacto-orquídea

A rega deve ser feita regularmente para que sua raiz nunca fique seca. Verifique a parte superior do solo, quando estiver com 1 cm seco, pode regar. Reduza bastante a rega durante o inverno, que é sua época de repouso.

Gosta de umidade normal na maiora das estações, mas no inverno é bom dar uma reduzida na umidade, se possível utilize desumidificador na sala onde a planta estiver.

O fertilizante 10-10-10 diluído poderá ser utilizado no verão e outono. Na primavera dê preferência para um fertilizante de floração. No inverno ela repousa, reduza a alimentação.

Problemas que podem ocorrer ao cuidar de cacto-orquídea

Se estiver com folhas amareladas ou queimadas pelo sol, modifique para local que pegue menos luz solar.

Evite mexer na planta quando estiver com flores, mexa apenas para regar. Não toque nas flores ou brotos senão caem!

Se os segmentos estiverem crescendo com aparência mole, pode ser pouca luz.

Evite regar em excesso pois causa o apodrecimento da raiz e a planta morre.

É tóxica para cães e gatos?

Acredita-se que não seja tóxica para cachorros e gatos, mas não conseguimos encontrar informações oficiais sobre a planta. Portanto evite que seu companheiro coma, pois mesmo que não seja tóxica, pode causar engasgo, vômito e sufocamento.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.