Cuidado emergencial em cachorro ou gato, o que fazer?

Cuidado emergencial em cachorro ou gato, o que devo fazer? Acidentes acontecem quando menos se espera, por isso são chamados de acidentes. E não é diferente com nossos companheiros peludos de vida. Quando algum acidente grave acontece, não sabemos o que fazer no momento, podendo ser difícil tomar decisões racionais. Por isso precisamos ter algum plano emergencial, para ter uma idéia de como proceder nesses casos.

O que fazer no Cuidado emergencial em cachorro ou gato

Converse com seu veterinário para saber o que ele recomenda em caso de emergência, se ele conhece algum local de atendimento 24 horas na cidade onde você mora. Tenha os dados do local anotados, com endereço e telefone. Se não houver local de atendimento, verifique se o próprio veterinário está disponível em caso de emergência.

Quando preciso procurar atendimento emergencial?

Existem alguns sinais preocupantes que seu animal de estimação precisa de atendimento de emergência, são eles:

  • gengivas pálidas
  • dificuldade para levantar
  • pulso fraco ou rápido
  • mudança na temperatura corporal
  • respiração rápida
  • paralisia aparente
  • perda de consciência
  • convulsão
  • sangramento em excesso
Cuidado emergencial em cachorro ou gato, o que fazer?
Cuidado emergencial em cachorro ou gato, o que fazer?

Se seu companheiro estiver gravemente ferido, ele poderá tentar morder ou atacar quando for ajudá-lo. Por isso é importante se proteger para não ser machucado por ele.

Caso tenha gato coloque um cobertor ou toalha em cima da cabeça dele, para que ele não consiga mordê-lo. Depois levante seu companheiro com cuidado e coloque-o dentro de uma caixa sem tampa ou algo que tenha superfície reta. Tenha muito cuidado com sua coluna e pescoço, principalmente se acha que ele está com lesão!

Caso tenha cachorro, chegue perto do seu companheiro e fale o nome dele. Se ele ficar agressivo atacando, busque ajuda do veterinário. Se ele ficar passivo, improvise uma maca e levante-o com cuidado. Coloque seu amigo na maca com muito cuidado, principalmente com coluna e pescoço, caso tenha sofrido ferimento na coluna. Senão ele poderá ficar paralisado!

Quando verificar que está tudo bem para transportar seu companheiro, segure firmemente e leve-o para o pronto socorro ou o local onde sabe que tem atendimento 24 horas (conforme combinado com seu veterinário).

Primeiros socorros que você pode tentar em casa

Para a maioria dos atendimentos de emergências é necessário um veterinário, mas existem alguns procedimentos que podem ser necessários para estabilizar seu companheiro e conseguir levá-lo ao atendimento.

Caso ele esteja com algum machucado com sangramento externo, devido a algum trauma, se possível tente elevar o local com sangramento e aplique pressão em cima do local.

Caso ele esteja sufocando, coloque os dedos na boca para ver se consegue remover o que estiver bloqueando sua garganta. Se não conseguir alcançar o objeto, tente a manobra Heimlich modificada para cães e gatos, você precisa dar uma batida forte do peito do seu companheiro.

Como cuidar de cachorro
Dicas de cuidados emergenciais

O que fazer se o coração dele parar ?

Se seu companheiro permanecer inconsciente após remover o objeto que o estava sufocando, poderá ser necessário fazer reanimação cardiopulmonar. Verifique primeiro se ele está respirando.

Se não estiver respirando, coloque seu companheiro de lado e faça respiração artificial, estendendo sua cabeça e pescoço, mantendo as mandíbulas fechadas. Sopre nas narinas uma vez a cada três segundos (não pode fugir ar pela boca ou nariz do seu companheiro). Se não sentir batimentos cardíacos, faça massagem cardíaca ao mesmo tempo que realizar a respiração artificial. Você tem que fazer três compressões torácicas rápidas e firmas para cada respiração, até que o seu companheiro volte a respirar.

E se ele comer algo venenoso?

Caso seu companheiro tenha comido alguma planta ou algo venenoso, é importante entrar em contato imediato com seu veterinário. Não espere, mesmo que ele não esteja apresentando sintomas.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.