Como cuidar de astromélia

Como cuidar de astromélia? A Alstroemeria hybrida, mais conhecida como astromélia, astroméria, alstroeméria, lírio-de-luna, lírios-dos-incas, lírio-peruviano (em inglês), madressilva-brasileira, madressilva-da-terra, é uma planta perene nativa da América do Sul. Neste post trazemos algumas dicas sobre o cultivo da astromélia, tipo de solo, quantidade de luz e água. Será que é tóxica para cães e gatos?

Dicas para cuidar de astromélia

A astromélia pode atingir de 40 a 60 cm de altura. Possui caules ramificados e eretos, com folhas verdes brilhantes que aparecem no topo dos ramos. Essas folhas são torcidas na base, e ficam invertidas em relação à posição natural. Ela não é um lírio verdadeiro, mas suas flores tubulares com seis ou quatro pétalas iguais e duas diferentes, são parecidas com as flores do lírio. São muito cultivadas como flores de corte, devido à beleza das flores, que possuem uma ampla variedade de cores, e por demorarem a murchar, normalmente duram até duas semanas.

Prefere ficar em sol pleno, seis ou mais horas de luz direta do sol por dia, mas sobrevive também em meia sombra. Dependendo do tamanho, poderá ser necessário utilizar estacas para manter a planta ereta.

Deve ser plantada em vaso bem drenado com 20 cm de diâmetro e 60 cm de profundidade. Tenha cuidado pois, os tubérculos são frágeis. Ela suporta a maioria dos solos, desde que seja bem drenável. Utilize um solo rico em matéria orgânica.

Como cuidar de astroméliaComo cuidar de astromélia, Alstroemeria hybrida
Dicas para cuidar de astromélia

A poda pode ser necessária após a floração, para prevenir que a planta gaste energia com a produção de sementes. Se ela estiver propagando demais, pode remover caules menos produtivos, para incentivar os tubérculos jovens a florescer. Remova caules mortos com podador e flores gastas (para evitar auto-semeadura).

Pode utilizar adubos frequentemente, ele ajuda no florescimento.

A propagação pode ser feita por sementes ou divisão das raízes tuberosas. Sendo que por divisão da planta, é a maneira mais fácil. Divida os tubérculos no início da primavera, antes que o novo crescimento comece.

É importante destacar que algumas variedades da planta, necessitam de refrigeração do rizoma na época do descanso.

Quantidade de água na rega da astromélia

A rega deve ser feita regularmente para manter o solo úmido, mas nunca encharcado. Lembre-se que o excesso de água leva à podridão da raiz e a planta morre. Sinta sempre enfiando o dedo na terra. Quando sentir que secou a parte superior da terra, regue.

No inverno reduza bastante a rega, pois o solo vai demorar a secar.

É tóxica para cães e gatos?

De acordo com a Sociedade Americana para a Prevenção da Crueldade a Animais, a Alstroemeria hybrida não possui princípios tóxicos para cachorros e gatos. É preciso ter cuidado apenas para seu companheiro não engasgar.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.