Como cuidar de Peperomia ferreyrae

Como cuidar de Peperomia ferreyrae em vaso? A Peperomia ferreyrae, também conhecida como Pincushion Peperomia ou feijão feliz ou planta feijão, é uma semi-suculenta perene epífita nativa da América do Sul. Neste post trazemos algumas dicas sobre o cultivo da Peperomia ferreyrae dentro de casa, tipo de solo, quantidade de luz e água. Será que é tóxica para cães e gatos?

Dicas para cuidar de Peperomia ferreyrae

A Peperomia ferreyrae possui folhas com formato parecido das vagens das ervilhas, que crescem ao longo de caules espessos e ficam parecendo arbustos. Algumas pessoas deixam crescer naturalmente e suas folhas crescem de forma errática, dobradas e torcidas. Outras preferem podar para controlar a direção, formato e tamanho da planta. Pode atingir 20 cm de altura e 25 cm de largura.

Prefere temperatura entre 18e 24°C, não gostam de muito frio (abaixo de 10°C). Gosta de ficar em local bastante iluminado mas sem luz direta do sol. Mas uma pouca quantidade direta de sol por dia não irá matá-la. Tenha cuidado para não deixar em cômodo que não seja iluminado, senão ela não irá crescer. Ela é epífita como a orquídea, que se desenvolve sobre outras plantas na floresta.

Dê preferência para colocar em vaso com furo no fundo, que seja bem drenável. Utilize mistura de plantio à base de turfa, que tem boa drenagem e permite que as raízes absorvam nutrientes. Normalmente são duas partes de turfa para uma parte de areia, uma boa opção são as misturas que já vêm prontas de fábrica, como o Mix de Plantio Orgânico.

Como cuidar de Peperomia ferreyrae
Dicas para cuidar de Peperomia ferreyrae

O replantio só é necessário se a feijão feliz ficar grande demais para o vaso em que está atualmente. Passe para um vaso de um número maior, pois suas raízes são muito pequenas. Pode ser uma boa idéia renovar a mistura do vaso uma vez por ano, mesmo que não modifique o vaso.

Quem quiser pode utilizar fertilizante líquido diluído na primavera, de 15 em 15 dias.

Pode ser propagada por corte das folhas. Basta tirar estacas das folhas e deixar secar por um dia, para fechar a parte cortada. Depois plante em vaso com a mistura própria. É importante que a temperatura seja acima de 20°C e tenha bastante luz solar, para que ela cresça.

Aqueles que quiserem manter a forma da planta, pode realizar a poda cortando as pontas dos caules quando ela crescer em excesso. Ao cortar estacas você pode separar por um dia para secar, e depois plantar. Assim você poderá propagar a planta e não jogar fora.

Quantidade de água no cultivo da Peperomia ferreyrae

É preciso ter um pouco de atenção na rega, uma vez que a falta de água irá fazer ela murchar, e a rega em excesso pode matar a planta, pois apodrece a raiz. Portanto regue somente quando sentir que o solo secou, enfie o dedo na terra para sentir. No inverno reduza bastante a quantidade de água, os efeitos da falta de água são reversíveis, já do excesso de água não.

Gosta da umidade normal da maioria das cidades. Se onde você mora for muito seco no verão, borrife as folhas com água. Notando que ela está murchando, borrife as folhas mais vezes, para aumentar a umidade do ar.

É tóxica para cães e gatos?

De acordo com alguns sites na web, esta suculenta não é tóxica para cachorros e gatos. Mesmo assim evite deixar que seu companheiro coma, pois ele poderá se engasgar com a planta.

1 comentário em “Como cuidar de Peperomia ferreyrae”

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.