Como cuidar de dente-de-leão

Como cuidar de dente-de-leão? A Taraxacum officinale, mais conhecida como dente-de-leão, coroa-de-monge, quartilho, taráxaco e chicória-louca, é uma planta perene herbácia nativa da Europa. É considerada como erva daninha por algumas pessoas, mas admirada por outros por ser rica em alguns nutrientes como, por exemplo, vitamina C, potássio e cálcio. Neste post trazemos algumas dicas sobre tipo de solo, quantidade de luz e água no cultivo da dente-de-leão. É tóxica para cães e gatos?

Dicas para cuidar de dente-de-leão

A dente-de-leão pode atingir 5 a 40 cm de altura. Suas folhas basais são verde dentadas, dispostas em roseta, e suas flores amarelas, apenas um por caule. As flores se transformam em bolas redondas de frutos cipsela, com várias cerdas brancas que dão aparência de tufo de algodão (pompom). Quando soprado, esse tufo se desfaz e as cerdas se dispersam no ar.

É uma plante resistente que nasce nas maioria dos locais, costuma nascer no chão no meio de paralelepípedos e em gramados, se propagando muito rapidamente. É difícil de ser removida, devido à sua raiz pivotante, que é uma raiz principal mais grossa de onde saem outras raízes laterais. Ao tentar arrancar do solo, pode arrebentar, ficando parte da raiz na terra. Neste local nascerá outra dente-de-leão.

Prefere ficar em local com sol pleno ou meia sombra. Coloque em vaso cujo volume corresponda ao da planta. Não tem preferência por solo, costuma propagar em qualquer tipo. Mas escolha uma tipo que seja rico em matéria orgânica, pode ser com mix com turfa, que seja bem drenável. Enterre as raízes alguns centímetros, para que a folhagem fique nivelada., Encha bem em volta da planta, para não deixar bolsa de ar.

Como cuidar de dente-de-leão, Taraxacum officinale
Dicas para cuidar de dente-de-leão

Pode ser propagada por semente e pelas cerdas que se soltam do fruto. Caso não queira que ela se espalha no jardim, não permita que dê fruto. Senão irá se espalhar facilmente, infestando tudo que é lugar. Por ser perene, depois que colher a planta, ela voltará a crescer na mesma estação, ano após ano.

Para colher remova toda a planta quando madura (quando ela vai começa a florescer), ou retirar apenas algumas folhas jovens para utilizar.

Suas folhas podem ser consumidas cruas ou como erva em pratos quentes. Suas raízes são tostadas e trituradas em pó, para fazer uma bebida que pode substituir o café. Também são usadas em remédios fitoterápicos.

Quantidade de água no cultivo

A rega deve ser maior nas primeiras semanas de vida da planta. Evite regar nas tardes de sol, para não perder umidade pela evaporação.

Depois regue regularmente, sempre que a parte superior da terra estiver seca. Coloque o dedo, enfiando uns 2,5 cm dentro da terra. No inverno reduza a rega, você vai sentir que a terra demora a secar.

É tóxica para cães e gatos?

De acordo com alguns sites na web, a dente-de-leão não possui princípios tóxicos para cachorros e gatos. Mas lembre-se que plantas podem causar má digestão se o seu companheiro comer demais e sempre existe o risco de engasgo. Portanto evite que ele fique comendo.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.