Cachorro com intoxicação por zinco

Como cuidar de cachorro com intoxicação por zinco? Quais os sintomas de que o cão está com excesso de zinco no corpo? O zinco pode causar a morte? Neste post explicaremos sobre a intoxicação por zinco nos cães, as causas, como diagnosticar e tratamento recomendado.

O zinco é um dos minerais mais importantes para manutenção do corpo saudável, mas em excesso ele pode ser perigoso e causar intoxicação. Conhecido como o envenenamento por zinco, ele ocorre quando o animal ingere grandes quantidade de materiais contendo zinco.

Quais sintomas do cachorro com intoxicação por zinco?

Normalmente o animal vai apresentar:

  • falta de apetite;
  • vômito;
  • diarréia;
  • letargia;
  • depressão;
  • níveis de hemoglobina no sangue acima do normal;
  • níveis de hemoglobina na urina acima do normal;
  • icterícia;
  • fezes cor laranja.

O que causa a intoxicação no cão?

Se seu animal ingerir os alimentos e materiais abaixo em grande quantidade, a intoxicação pode ocorrer:

  • parafusos;
  • unhas;
  • grampos;
  • peças de jogo de tabuleiro;
  • zíper;
  • jóias;
  • moedas;
  • loções;
  • suplementos de zinco;
  • nozes.
Cachorro com intoxicação por zinco
Como cuidar de cachorro com intoxicação por zinco? O que fazer?

Como é feito o diagnóstico do cachorro com intoxicação?

O diagnóstico deve ser feito pelo veterinário, principalmente em casos do animal ingerir algum material estranho, pois o mesmo ainda pode estar em seu estômago ou intestino, sendo necessário outros procedimentos para sua remoção. Neste caso é realizado um raio-x para verificar se o objeto ainda está dentro dele.

Além do exame físico ele irá realizar alguns testes de laboratório como exame de urina e sangue, eletrólitos, perfil bioquímico e outros. O excesso de zinco causa a destruição rápida dos glóbulos vermelhos. O teste do perfil bioquímico pode revelar os níveis altíssimos de hemoglobina e bilirrubina no sangue.

Tratamento recomendado

O tratamento vai depender da gravidade do problema.

Se o cão ainda estiver com o objeto no estômago, será preciso induzir o vômito ou remover por endoscopia ou cirurgia (apenas após o cão estabilizar). Além disso será preciso estabelizar os fluidos do animal para mantê-lo hidratado e não prejudicar os rins.

Caso o cão tenha anemia será preciso fazer transfusão. Pode ser necessário medicamento para proteger o trato gastrointestinal, outro para parar o vômito e outro para tratar convulsões ou frequência cardíaca alta.

O envenenamento de zinco pode matar?

Sim, o zinco em excesso pode matar e é um assassino silencioso. Se não tratado ele pode causar anemia gravíssima, convulsões, danos nos rins e fígados, problemas de coração e morte, com falha múltipla dos órgãos.

Por isso é tão importante o tratamento rápido para não ocorrer algum dano permanente para seu animalzinho. Também serão necessárias consultas posteriores para acompanhar o progresso do tratamento.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.