Como cuidar da agapanto rosa (alho-doce)

Como cuidar da agapanto rosa (alho-doce)? A Tulbaghia simmleri, conhecida como agapanto rosa e alho doce (ou sweet garlic em inglês), é um bulbo perene nativo da África do Sul. Não deve ser confundida com a alho-social. Neste post trazemos algumas dicas sobre o cultivo da alho-doce, tipo de solo, quantidade de luz e água necessários. Será que é tóxica para cães e gatos?

Dicas para cuidar da agapanto rosa

A agapanto rosa possui caules longos e pode atingir 30 a 60 cm de altura. Suas folhas verde-escuras são estreitas, longas e laminares. Suas flores perfumadas do tipo umbela aparecem na ponta do caule, contendo várias flores cerosas no formato de estrela, que podem ter cor lavanda, rosa, branca ou rosa e branca. Podem ser utilizadas como flor de corte e sua fragrância deixa a casa perfumada.

Deve ficar em local da casa que tenha sol pleno, seis ou mais horas de luz direta de sol por dia.

Precisa ser plantada em vaso com furo no fundo, solo rico em matéria orgânica que seja bem drenado, com areia ou perlita. Normalmente necessita de adubação semestral.

Como cuidar da agapanto rosa (alho-doce)
Dicas para cuidar da agapanto rosa (alho-doce)

Como é uma planta bulbosa, não necessita de muita manutenção, raramente precisando de replantio. Pode ser propagada por divisão de bulbilhos que se formam entorno da planta mãe ou por divisão de touceiras. Também propaga por semente, mas este método demora anos para florescer.

É normal ela perder as folhas no inverno, mas rebrota na primavera.

Quantidade de água na rega da alho-doce

A rega deve ser feita regularmente na primavera e verão, para mater o solo levemente úmido, mas nunca encharcado. Essa planta prefere ficar com menos água do que com excesso de água, portanto tenha cuidado.

No inverno reduza bastante essa rega, pois ela demora a secar e fica dormente!

É tóxica para cães e gatos?

Não conseguimos encontrar informações específicas sobre a toxicidade da Tulbaghia simmleri para cachorros e gatos. Mas a Tulbaghia violacea (alho-social), contém princípios tóxicos tanto para cães quanto para gatos. Como fazem parte do mesmo gênero, são apenas espécies diferentes, recomendamos não deixar seu companheiro comer.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.